Domingo, 20 de Junho de 2021

Venda de dados de 100 milhões de brasileiros têm até amostra grátis com inclusão de profissão e salário




COMPARTILHE

As informações de 112 milhões de brasileiros, incluindo WhatsApp, profissão e faixa salarial, estão disponíveis para compra na internet desde domingo (14/3). As informações foram colocadas à venda no mesmo fórum em que estão sendo comercializados os dados do megavazamento de janeiro, que inclui 223 milhões de CPFs, 40 milhões de CNPJs e 104 milhões de registros de veículos.

O diferencial desse novo vazamento é o tamanho da “amostra grátis” disponibilizada pelo hacker — trata-se de um arquivo oferecido gratuitamente, que pode ser baixado por qualquer pessoa, para atrair eventuais compradores.A amostra expõe cerca de 250 mil pessoas.

As informações expostas integralmente, sem rasuras e com todos os campos preenchidos, incluem nome, documentos pessoais (CPF, mas nem sempre RG), número do WhatsApp, endereço, data nascimento, nome da mãe, profissão, faixa salarial, possibilidade de já estar morto, cadastro no Bolsa Família e status de já estar aposentado ou não.Segundo o anúncio, as informações foram coletadas em janeiro de 2021. Não é possível saber a origem dos dados nem determinar se há alguma conexão com o megavazamento de janeiro.

Nos vazamentos anteriores, a amostra abrangia um menor número de pessoas, cerca de 40 mil pessoas, e vinha com informações ocultas. Os vazamentos de janeiro também não tinham referências claras a contas de WhatsApp, apenas números de celular. A reportagem procurou o WhatsApp, que decidiu não se pronunciar.


Autor:Redação AMZ Noticias


COMENTÁRIOS:
O AMZ Noticias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - AMZ NOTÍCIAS Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Amz Notícias