Domingo, 20 de Junho de 2021

Juiz concede liberdade para policial preso em Confresa por informar facção sobre abordagem




COMPARTILHE

O juíz Thalles Nóbrega Miranda Rezende de Britto concedeu liberdade provisória para o soldado da Polícia Militar Vanderlei Moreira Xavier, de 34 anos, que havia sido preso na sexta-feira (12) como suspeito de encaminhar mensagens para integrantes de uma organização criminosa informando sobre uma abordagem policial.

O caso aconteceu na cidade de Confresa ( a 1, 000 km de Cuiabá). De acordo com as informações, os agentes da PM tomaram conhecimento de que Vanderlei repassava informações privilegiadas ao abordarem os criminosos. Os homens eram suspeitos de tráfico de entorpecentes na região. 

No aparelho celular de um dos integrantes foram encontradas diversas mensagens trocadas entre os suspeitos e o agente da PM. Por meio do aplicativo de mensagens, o policial teria informado o grupo sobre a ação da equipe militar. Durante as diligências, o agente foi preso em sua residência após ter a sua prisão homologada pela autoridade judiciária. No entanto, o juíz Thalles alegou que alguns requisitos para a prisão preventiva de Vanderlei estavam ausentes.

"Ausentes os requisitos que autorizam a decretação da prisão preventiva (crime punível com detenção, e não preenchimento das hipóteses previstas no inciso II e § 1º do art. 313 do CPP), concedo liberdade provisória sem fiança, determinando, em consequência, a sua imediata soltura, se por al não estiver preso.", diz trecho do documento. A Corregedoria da PM também informou que um procedimento foi instaurado pelo comando da unidade em Confresa para apurar a conduta do policial.


Autor:Redação AMZ Noticias


COMENTÁRIOS:
O AMZ Noticias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - AMZ NOTÍCIAS Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Amz Notícias