Sábado, 04 de Julho de 2020

Exportações paraenses crescem e registram aumento de 18% nos primeiros meses de 2020




COMPARTILHE

As exportações do Pará seguem em alta, apesar do cenário de crise causado pela pandemia do novo coronavírus. De acordo com dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, o Pará registrou, entre janeiro e maio de 2020, um aumento de 18,7% no volume de exportações de uma série de produtos em comparação com o mesmo período do ano passado. O total já ultrapassa os US$ 6 bilhões e garante ao Estado o 5º lugar no ranking das exportações do país.

De acordo com Lutfala Bitar, presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec), que desenvolve e apoia políticas estaduais de fomento ao comércio exterior, o aumento das exportações paraenses é um sinal de que o estado do Pará segue forte economicamente, diferente de outros Estados da federação, e que vai passar pelo atual cenário recessivo sem grandes impactos na indústria extrativa.

“Observamos esses dados com atenção e percebemos que nosso esforço pelo fortalecimento da nossa economia tem sido relevante para as trocas comerciais do Pará com outros países. No ano passado, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado, organizamos diversos seminários de negócios, aproximando empresários paraenses e estrangeiros, principalmente da Ásia, para intensificar as trocas comerciais entre eles", informou o presidente da Codec.

"Nosso esforço tem sido no sentido não apenas de intensificar as exportações, mas de diversificá-las, pois esta é uma necessidade cada vez maior” - Lutfala Bitar, presidente da Codec.

Ranking - Em números, os principais produtos exportados nos cinco primeiros meses de 2020 são minério de ferro e seus concentrados, que correspondem a 59% do total, chegando a 4 bilhões de dólares; seguido por minério de cobre e seus concentrados (11%) - US$ 735 milhões; alumina (9,6%) - US$ 647 milhões; soja (4,5%) - US$ 306 milhões; além de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada (2,5%) -  US$ 166 milhões; entre outros.

O total exportado no período chega a US$ 6,8 bilhões. Além da China, destino de 46% desses produtos, entre os principais parceiros comerciais do Pará figuram Malásia, Noruega, Japão, Alemanha, Países baixos, Canadá, Estados Unidos e Coreia do Sul.

Além da manutenção de empregos no setor industrial, entre os benefícios observados com o aumento das exportações, estão a sinalização de que a indústria paraense segue com uma demanda elevada, na contramão dos demais setores da economia, e a garantia da geração de divisas - principalmente em dólar que, em meio à atual valorização, contribui para o incremento no preço dos produtos paraenses no mercado internacional.


Autor:AMZ Noticias com Igor Nascimento


COMENTÁRIOS:
O AMZ Noticias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - AMZ NOTÍCIAS Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Amz Notícias